8 de janeiro de 2008

Birras e mais birras

Não sei mais o que fazer. Tenho mesmo de pensar que é uma fase para não dar em maluca... A Gui agora está numa de fazer birras, que até se deita no chão! Ela não era assim, foi de um dia para outro. Então não é que, no outro dia, até se ofendeu por eu lhe trocar uma fralda a meio da noite? A piriricas estava molhada e lá vou eu trocar-lhe a fralda mesmo com ela a dormir para ser mais rápido e tal, e tal... Acordou, desata num choro e a distribuir estaladas para o ar com uma fúria que eu nem vos conto! Nem eu nem o pai a conseguíamos calar... Que cena!

6 comentários:

Cláudia, a mamã da Daniela disse...

a minha agora acalmou um bocadinho as birras!

São fases, mas sempre muito complicadas!

Espero que passe rápido!

beijinhos

dangerously in love disse...

Amiga....elas andam mesmo em sintonia...Sabes lá a birra que a minha fez há bocado quando a fui buscar a casa para a trazer para casa da minha avó.Também começou à estalada com o ar e eu acabei por levar com uma também! A sorte ainda foi que almoçou bem..uma bela açordinha! Do mal o menos! beijocas a desejar que as birras passem

ma_ma do Gonçalinho disse...

Opa q traquinas é a minha sobrinha linda. Mas imagino deves ficar possessa, meu Deus!!!

Deus queira q o Gonçalo não se lembre disso, pois eu já me passo, qdo estou quase a adormecer e ele começa a puxar-me os cabelos:( buuu fico possessa:)

Tadinhos sao terriveis mas uns amores

Bjocas grandes
Marta e Gonçalinho

disse...

A Madalena passou exactamente por essa fase, e sim é desesperante! Jogava-se ao chão, esperneava, batia, chorava... e também nunca percebi porquê.
Mas acredita, é mesmo uma fase. Por aqui essa fase já passou, e agora voltou a ser a minha menina doce e bem disposta. Faz birras logicamente, mas não dessa dimensão. Como é que passaram? Nem sei, foram como vieram ;)

Beijinhos

Patrícia disse...

Já cá estou!!!
Não sei que porcaria fiz, que "te perdi"!

Bjs

SimplesmenteUmaMãe disse...

Eles ao longo do tempo, vão passando por várias fazes. Temos que aprender a lidar da melhor forma com elas mas não podemos deixar transparecer que eles é que sabem/mandam, apesar de custar-nos temos que impor as nossas regras.

Beijinhos doces