22 de fevereiro de 2008

Grande conversa

Pode-se dizer que eu e a minha filha tivemos a nossa primeira "conversa":
- Mãããe! Áua... (água)
- Onde está?
- Quiiiiiii! (Aqui - dito com um apontar de dedo e um sorriso cheio de dentes!)
- Pois está! Toma!
Coloca a garrafa na boca, mas a tampinha está fechada e por isso...
- Nu há! (Não há!)
E espeta-me com a garrafa nas mãos para poder esticar as dela e fazer o gesto correspondente à expressão! Abro um pouco o pipo da garrafa e dou-lhe! Fica toda contente e bebe! Devolve-me a água e volta-me as costas:
- A tá! (Já está!)
- Obrigada mãe. - respondo eu para ver se ela repete, mas nada... pode ser que um dia...

7 comentários:

ternura disse...

Que ternura de conversas...eu adoro ouvi-las nestes diálogos!

Beijinhos ternurentos

dangerously in love disse...

Opaaaaaaaa que fofas as duas...tb ja temos conversinhas dessas...assim devagarinho vai la...beijocas sua campeã

ma_ma do Gonçalinho disse...

OPA Q GRO:) Q CONVERSINHA MARAVILHOSA:))) VIVA!!!

É O MAXIMO ESTA MINHA SOBRINHA LINDA:))))

BJOKINHAS DOCES:)
MARTA E GONÇALINHO

Pipe disse...

ela também fala comigo! diz: "Pipe". E já diz bem, tia!

Beijinhos de muitas saudades

Pipe (e mamã)

mamã disse...

Que fofa! :)
Daqui a nada vais ver que tens uma verdadeira tagarela! :))

Beijocas

Patrícia disse...

LOL!
Acho que ainda vou ter de esperar mais uns tempos para ter uma conversa assim com o Rodrigo!!!
Ele não diz praticamente nada...
Bjs

Vera e Sara disse...

Que fofinha...
:)

Olhaas birras também moram aqui por estes lados e os berros... esses são de deixar os cabelos em pé... mas hà-de passar...

Beijinhos e bom fds